Culturas exóticas

livro Bianca

Escuto muito dizerem que algumas de minhas novelas abordaram “culturas exóticas”. Ainda que o termo seja preconceituoso e equivocado para definir qualquer cultura, de maior ou menor expressão no cenário mundial, no caso aqui estamos falando de muçulmanos e hinduístas, culturas presentes e atuantes na política e na economia do mundo em que vivemos.

Porque “exóticas”, então? porque são diferentes de nos. Isso tem nome: etnocentrismo. Vem do grego Ethos -conjunto de hábitos e crenças de uma comunidade- e de centrismo -centro. Trocando em miúdos: nossa maneira de ver e de viver é a correta, a lógica, está no centro. O que é diferente dela vai para a prateleira do “exótico”.

Bom lembrar que do ponto de vista de muitas outras culturas, os “exóticos” somos nos! que o diga Hollywood! 🙂

Por isso lembrei desse livro. Bianca Freire-Medeiros é professora da USP e foi minha pesquisadora em Caminho das Indias. Nesse trabalho ela fala sobre como Hollywood  nos retratou do ponto de vista do etnocentrismo da  cultura americana. Vale a pena ler e refletir.

, , ,

One Response to Culturas exóticas

  1. Clarissa setembro 10, 2015 at 10:32 am #

    Boa Tarde Glória , acompanho seus trabalhos desde criança,mais precisamente desde explode coração, e sei
    que você sempre, com muita delicadeza conscientiza toda a sociedade sobre temas importantes como as drogas, o tráfico de pessoas, e claro o respeito a todas as religiões e culturas.

    Vi esta noticia hoje : Nos escombros da guerra, o amor improvável. Uma Noticia do Estadão ,link : http://internacional.estadao.com.br/blogs/jamil-chade/nos-escombros-da-guerra-o-amor-improvavel/

    A reportagem narra que em meio a uma crise humanitária, e diante de todo o preconceito brutal que vários refugiados passam no mundo, inclusive no Brasil, muitas pessoas seguem adiante , e dois sobreviventes da Síria , Aya de 20 anos e Waseem Hamza de 27 se apaixonaram , e se casaram na Turquia recentenmente , a história de amor e luta dessas pessoas pelo mundo é muito bonita,e reflete a luta das pessoas em tempos tão dificeis. Enfim só achei que teria interesse em ler a reportagem.

    Boa Tarde.

Deixe uma resposta

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes