A música nas novelas

Uma pergunta que sempre fazem aos escritores de novelas é se eles opinam nas músicas da trilha: sim, porque música é dramaturgia. Assim como as cenas, as músicas também constroem uma emoção no público.

Basta que Norminha passe ao som do seu tema para que você sinta quem ela é:

E assim como as personagens, os romances: não é à toa que  amores marcantes nos trazem sempre a lembrança de alguma música.É assim na vida real e também nas novelas. Elas dão o tom do romance.

Eu dou tanta importância à música de cada casal, que fica duro escolher. Mas seleciono algumas que expressam romances de coloridos bem diferentes:

Clara e João em Barriga de Aluguel:

o peão Dinho e a viúva Neuta, em América

Vera e Jatobá, em América:

o malandro Feitosa e a loura, em América. Feitosa acabou fazendo shows com a Marrom

8 Responses to A música nas novelas

  1. Tássia Regina agosto 12, 2015 at 10:55 pm #

    Eu gosto tanto de você. Na minha opinião, é a melhor autora de novelas do Brasil. Tenho tanta vontade de poder conversar contigo e meu sonho é um dia poder atuar em uma novela escrita por VOCÊ. Parabéns pelo seu talento. Que Deus te abençoe sempre!

  2. Neli Carpinter agosto 12, 2015 at 11:35 pm #

    Olá!
    É verdade. As músicas marcam os casais para sempre. Eu sou uma apaixonada pelo casal Dinho e Neuta e, até hoje, sempre que escuto “Os amantes” me vem a imagem deles na cabeça. Fico sempre na esperança de que América seja reprisada no “Vale à pena ver de novo” para revê-los.
    Bjus

  3. Tom Dutra agosto 13, 2015 at 12:43 pm #

    Gloria!!! Acho a trilha sonora das novelas de suma importância! Entretanto, verifico que de uns dez anos para cá ela tenha perdido importância para diretores e autores. Não há mais uma unidade nos discos, as musicas não conversam entre si, e, pior, não ajudam a contar a história! Trilhas como de Barriga de Aluguel, em que cada música parecia desvendar os sentimentos das personagens, não existem mais. Muitas vezes uma música toca como tema de um personagem em novela e nada tem a ver com a personagem, em nada ajuda a contar sua história. Apenas é tocada – quando é. Rogério Gomes não utiliza muitas musicas nas cenas que dirige. Talvez porque as novelas tenham ficado mais videoclipadas, raramente vemos uma cena de um, dois minutos, com uma personagem sofrendo ou se lembrando do amado ao som de sua trilha. Acho lamentável. Quem assiste às reprises de novelas antigas no Viva pode ver os personagens desnudados por suas musicas. Havia uma preocupação com isso.
    Isso sem contar a repetição exaustiva de temas, uma preguiça atávica de se procurar um tema. Então, se a personagem é mulher sexy, lá vem Puro Êxtase, usada umas cinco vezes em novela nos últimos 20 anos. Se a personagem é rica falida, lá vem Elis cantando “alô alô marciano”.

    Agora, eu amo sua paixão por Nana Caymi e Alcione! Amo!!!!

    Minha admiração de sempre a você, minha autora preferida, a mais feminina, a das mulheres loucas mais deliciosas da TV!

  4. Sérgio agosto 13, 2015 at 12:50 pm #

    É impossível de esquecer a música que em sua letra fala sobre Creusa, personagem de Juliana Paes, em América!
    Gostava muito também, de alguns dos funks de Salve Jorge!

  5. Ricardo agosto 13, 2015 at 6:24 pm #

    Sou um grande admirador das trilhas das novelas e filmes. O universo criado em torno das personagem ganha um toque especial, materializa. Eu, particularmente, sou viciado em trilhas instrumentais. Uma das minhas preferidas é a da novela Salve Jorge (por Alexandre de Faria).
    No caso das trilhas instrumentais, o briefing parte do autor ou o diretor tem a liberdade para selecionar? Como funciona?

  6. Pedro agosto 16, 2015 at 10:59 pm #

    É isso aí, Gloria. A música é mesmo um elemento dramatúrgico extremamente útil. Ela é capaz de traduzir uma determinada emoção ao público imediatamente, de forma muito mais efetiva do que qualquer ação ou dialogo dos personagens. Por isso, acho que voce esta certissima ao participar da escolha da trilha das suas novelas! Alias, tambem nesse aspecto, deve ser muito bacana escrever para uma emissora como a Globo, com recursos para pagar pelos direitos autorais de qualquer musica que voce venha a escolher!

  7. Eddy agosto 19, 2015 at 2:15 pm #

    Gloria, você costuma indicar nos roteiros o momento exato em que a música entra para colorir a cena? Responda essa curiosidade.

  8. Gloria Perez agosto 22, 2015 at 11:39 pm #

    Muitas vezes, sim, o autor pede a música!

Deixe uma resposta

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes