Não esqueçam Pollyana

Quem escreve é a Tania, mãe da Pollyana Borges, essa moça de 26 anos assassinada em Goiânia, já faz um ano! a investigação não anda, até hoje não se descobriu o assassino. É grande a luta que a Tania vem travando para encontrar justiça! Força, Tania! estamos com você!

Queridos Amigos e família,

Mais um ano se passou e nós não conhecemos os responsáveis pelo crime cometido contra nossa Polyanna.
Queremos agradecer a todos que nos dedicaram atenção,apoio,orientação, estratégias de luta, horas de trabalho, amor, alegria, companhia,consolo e oração.
Não vamos dar descanso para as autoridades que insistem em tratar com descaso e morosidade a solução do crime, por isso continuamos confiando na amizade de todos vocês!
Sexta feira, dia 23 de setembro as 17:00 horas vamos entregar o abaixo assinado no Ministério Público e distribuiremos adesivos e flyers na porta da PUC.
Em anexo vocês podem conferir a posição do Front Light e a sua excelente visibilidade próximo ao Ministério Público.
Grande abraço e que Deus os abençõe!
Tânia Borges

ATUALIZAÇÃO

Finalmente estão identificados e presos os autores do crime contra Pollyana. LEIA AQUI

E a Tania escreve:

Queridos amigos ,

Quando o final de dezembro anuncia o ano que se aproxima nós temos um desejo imenso de dizer obrigado a todos que caminharam conosco em busca de esclarecimento e justiça.

Gostaria muito de convidá-los para uma festa, mas nosso convite é para a nova luta que se inicia.Não fico constrangida porque quem se levantou tem o caráter de guerreiro e o coração solidário e amoroso!

A todos que nos dedicaram oração, mídia, trabalho, carinho, campanhas, orientação, assistência jurídica, ombro amigo, atenção, e ainda suportaram a nossa ansiedade fazemos uma oração: Que Deus os abençõe e retribua com a realização dos seus sonhos.

Selecionei algumas matérias e entrevistas sobre as prisões e estou encaminhando caso vocês ainda não tenham lido todos os jornais.

Muito obrigada

Tânia

12 Responses to Não esqueçam Pollyana

  1. Marcos Silva setembro 22, 2011 at 3:01 pm #

    Glória sou antropólogo e achei super-interessante você dizer no twitter que sua próxima novela vai abordar a questão do tráfico de seres humanos – a minha tese de doutorado é sobre imigrantes brasileiros em Roma e eu conheci lá algumas mulheres e transexuais que passaram por esta experiência e/ou que lutam em organizações que ajudam as vítimas. Poderia te dar alguns contatos, caso você tenha interesse. Admiro muito teu trabalho e achei super-interessante a escolha da Turquia como um dos cenários de teu próximo trabalho. Abraço, Marcos. Meu e-mail:
    mas97@uol.com.br

  2. Odele Souza setembro 22, 2011 at 9:47 pm #

    Tânia,
    Sonho com o dia em que nós cidadãos comuns não tenhamos que lutar e por vezes mendigar por justiça neste nosso país onde a impunidade premia assassinos e pune as vítimas. Como se não bastasse a dor da perda de um filho ainda temos que conviver com a IMPUNIDADE do criminoso.

    A morosidade de nossa justiça é uma triste realidade que nos revolta e deveria envergonhar nossos governantes.

    Força Tânia.

    Um forte e carinhoso abraço.

  3. Vera setembro 23, 2011 at 9:26 pm #

    A impunidade é gritante mesmo. Meu avô também foi assassinado e até hoje o inquérito não apontou os acusados. Três anos se passaram. Assim como a Polyana, meu avô e tantos outros vão embora para sempre e não temos uma resposta, pq a impunidade anda pelas calçadas. Espero que Deus acolha as vítimas, que são retiradas do mundo, em um lugar cheio de luz e paz.
    Parabéns, mais uma vez à sensibilidade de Glória Perez em se importar coma dor alheia. Grande mulher, mãe e guerreira que ajuda a divulgar os casos de impunidade no Brasil.
    É a mesma dor a de TÂNIA BORGES. A difereça é que Glória conseguiu a justiça possível, o que foi possível alçancar. Tânia não sabe quem foi o matador de sua filha. O caso Bianca também foi monstruoso. E tantas mães enlutadas para sempre. Resta a justiça de Deus.
    Que a corrente de solidariedade e amor envolva as mães que passam por uma dor hedionda como essa. Essas moças, meninas, devem estar bailando no céu, no seio do criador. Que Deus abençoe todas as mães, mas que leve na palma de sua mão, essas mães especiais, que precisam continuar vivendo, apesar da brutalidade a que seus filhos foram submetidos. Que todos eles sejam, hoje, anjos no céu.
    Parabéns por aoiar mais uma vez quem precisa. Isso é amor.

  4. Vera setembro 23, 2011 at 9:32 pm #

    Considere este comentário. O outro apresentava erros.

    A impunidade é gritante mesmo. Meu avô também foi assassinado e até hoje o inquérito não apontou os acusados. Três anos se passaram. Assim como a Polyana, meu avô e tantos outros vão embora para sempre e não temos uma resposta, pique a impunidade anda pelas calçadas. Espero que Deus acolha as vítimas, que são retiradas do mundo, em um lugar cheio de luz e paz.
    Parabéns, mais uma vez à sensibilidade de Glória Perez em se importar coma dor alheia. Grande mulher, mãe e guerreira que ajuda a divulgar os casos de impunidade no Brasil.
    É a mesma dor a de TÂNIA BORGES. A diferença é que Glória conseguiu a justiça possível, o que foi possível alcançar. Tânia não sabe quem foi o matador de sua filha. O caso Bianca também foi monstruoso. E tantas mães enlutadas para sempre. Resta a justiça de Deus.
    Que a corrente de solidariedade e amor envolva as mães que passam por uma dor hedionda como essa. Essas moças, meninas, devem estar bailando no céu, no seio do criador. Que Deus abençoe todas as mães, mas que leve na palma de sua mão essas mães especiais que precisam continuar vivendo, apesar da brutalidade a que seus filhos foram submetidos. Que todos eles sejam, hoje, anjos no céu.
    Parabéns por apoiar, mais uma vez, quem precisa. Isso é amor.

  5. Vera setembro 25, 2011 at 8:27 am #

    Feliz Aniversário grande Glória Perez. Que Deus do céu abençoe para que sua filha Daniella Perez esteja presente e te abrace forte, eternamente com os raios de luz daquela alma iluminada que ela tem. Um anjo no céu para te abençoar. FELIZ ANIVERSÁRIO MULHER, MÃE, GUERREIRA, CIDADÃ BRASILEIRA.
    Parabéns e que Deus te traga, sempre, na palma da mão. Daniella vive em sua alma de mãe e no seio do Criador. Parabéns pela passagem de mais um aniversário e que você viva por muitos e muitos anos e traga muitas alegrias e ensinamentos através de suas novelas que passam mensagens tão lindas. Sua vida já é um ensinamento, uma superação. Você é muito evoluída e iluminada. Um grande abraço.
    Fique com Deus.PARABÉNS!

  6. Artes da Marga setembro 25, 2011 at 3:43 pm #

    Compartilhei esta página no meu twitter 2 vezes já. @artesdamarga
    Vamos pedir à Deus que esses assassinos sejam encontrados e condenados. Vivemos no país da impunidade, mas se unirmos força conseguiremos. já conseguimos vários.

  7. Artes da Marga setembro 25, 2011 at 6:06 pm #

    Parabéns pelo aniversário Glória! Que Deus te preserve com essa energia para nos brindar com muitas novelas lindas. Nos dê a alegria de ver o Daniel Marques nessa tmbém.
    Bjs e que Deus te dê muita saúde.
    Sua fã Marga

  8. Burcu Polat Carneiro setembro 27, 2011 at 3:17 pm #

    Cara Glória Perez, meu nome é Burcu,sou Turca , casada com brasileiro e moro em Salvador,Ba. Por conhecer ambas culturas eu penso que posso ajudá-la oferecendo acessoria quanto ás formas linguisticas, costumes, tradições, gírias, religião, e tudo mais que possa interessar. Por favor, meus contatos são: (71)92740402 e (71)33412435; e-mail: burcumpolatim@yahoo.co.uk.
    Desde já agradeço a atenção e aguardo seu retorno.
    Atenciosamente,
    Burcu

  9. Marlene Lages outubro 7, 2011 at 9:50 pm #

    Glória, gostaria que acessasse na net CASO FERNANDA LAGES VERAS estudante de direito de 19anos. Crime ocorrido na cidade de Teresina no Estado do Piauí no dia 25/08/2011.
    Recordei o caso de Daniela Pérez que graças ao nosso DEUS TODO PODEROSO, iluminou a mente dos homens da justiça e o crime foi elucidado, já o da minha sobrinha FERNANDA é um mistério. Gostaria que me ajudasse a veicular em rede nacional para divulgar a barbaridade e brutalidade que chocou todo o Piauí.

  10. Patricia outubro 8, 2011 at 12:02 am #

    Tânia, meu coração está com você, também perdi minha filha há dois anos, não foi por homicídio, mas a perca de uma filha é um golpe brutal em nossas vidas, como a Glória diz, nos faz querer colocá-las no útero de novo e protegê-las de todos os males do mundo. Porém sempre digo, se fosse esse o motivo, porque ninguém está livre nesse mundo de doidos e no grupo de luto que frequento tenho amigas que perderam seus filhos assim, e também são ignoradas por essa justiça ridícula, e sofrem com audiências adiadas por isso ou aquilo, ou até mesmo com a falta da investigação dos crimes, sem nem saber quem são os monstros; eu me solidarizo com vocês, como uma mãe em luto e como uma mãe que se põe no lugar de vocês, revoltada, sendo que no nosso grupo dentro do que podemos procuramos comparecer em peso com nossa camiseta de mães em luto no julgamento dos assassinos, procurar autoridades…mas pense querida amiga, você está lutando, assim como Glória lutou para mudar uma Lei, você não está parada nem conformada, continue amiga, enquanto estiver nesta luta, sentirá que está sim desde já buscando a justiça pela sua filha! Não deixe que esqueçam mesmo! Só quem perde o maior tesouro que é uma filha sabe do buraco que vivemos. Lembre-se: perto da força espiritual de sua filha, assim como da Dani, esses psicopatas são como camundongos comparados a um leão. Eles pensam estar livrers, mas a prisão deles já está decretada para sempre. Não desista de buscar a justiça, eu faria o mesmo que você, nós mães não temos medo de nada, nem do regime militar, que Zuzu Angel encarou tão destemida que chegou a se tornar incômoda para eles. Por nossos filhos, tudo.

  11. Ana Cristina dos Santos dezembro 28, 2011 at 2:31 pm #

    Tinha 26 anos quando sua filha foi brutalmente retirada da terra.
    Sofri, porque no meu mundinho pequeno “Interior de MG”, admirava muito a Yasmin (personagem). Mas, sofri uma dor de irmã, por saber que era Daniella, essa menina transmitia amor e ao mesmo tempo força no olhar! Eu, na época, copiava roupa, cabelo não tinha jeito RSRSRS…mas o jeito de dançar…confesso: Ela tinha molejo. Mas Glória, o que mais me chateia é a impunidade. Sou téc. em enfermagem…tentando fazer faculdade, mas vc não imagina as atrocidades que presenciamos no dia a dia..mesmo no interior. Sofri com abuso sexual do meu padastro em 1988, prestes a completar 22 anos, minha mae não acreditou e na época me disse: “Se eu tiver que escolher entre vc e ele eu fico com ele”..E olha eu sou filha única.

  12. João Valdir janeiro 1, 2012 at 8:23 am #

    Querida Gloria. É lamentável a impunidade que impera no nosso País. Mas, a culpa é nossa. Sua também. A influência que você tem com a população é muito grande, principalmente com o recurso da Tv Globo, onde atua. Bota a boca no trombone. Já é hora de gritar por justiça e não defender casamentos gays nas novelas. Vocês tem os recursos para exigir dos políticos mudanças drásticas na legislação. Comecem a brigar por isso, então. Unam-se todos os escritores e atores da Globo e iniciem uma campanha nacional exigindo mudanças urgentes. Dêem nomes aos bois. Percam o medo de falar verdades diante das câmaras. Acusem abertamente os responsáveis pelas barbaridades que vemos no país e defendam nosso povo que pouco pode fazer diante disso tudo. Vocês têm as armas. Usem.

Deixe uma resposta

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes