A crueldade em foco

O assunto da semana foi a enfermeira Camila Correa, que espancou um cãozinho yorkshire até a morte.

Levada à delegacia, declarou-se muito arrependida e enumerou os sofrimentos a que está sendo submetida: ter que mudar de casa, pagar fiança, enfrentar um processo e viver o medo de retaliações maiores. Sem, em momento algum, incluir no seu arrependimento o sofrimento infligido ao animal.

O que me deu medo mesmo foi ouvi-la admitir que não estava nervosa nem com raiva quando submeteu o pequeno yorkshire àquela sessão de tortura! e completar dizendo que, para ela, estava fazendo uma coisa “normal”!

Essa capacidade de exercer a crueldade torna-se mais assustadora quando estamos falando de uma enfermeira, cujo o trabalho consiste em lidar com pessoas doentes, tão indefesas quanto aquele yorkshire.

Lamento que a discussão  tenha sido levada para outros terrenos, e chegado até ao excesso das ameaças físicas. O que deveria mesmo estar em foco é essa constatação de que alguns seres humanos nascem assim, sem empatia nenhuma pelos outros, e portanto capazes de promover a dor alheia sem sequer necessitar do estímulo  de um descontrole emocional.

7 Responses to A crueldade em foco

  1. rogerio dezembro 22, 2011 at 4:22 pm #

    Realmente, ela mexeu muio comigo sem ao menos me conhecer incrivel isso, mas até hj não páro de pensar nesse pequeno cachorro, imagino o sofrimento, acho que, no lugar daquela mulher gravando os maustratos, eu com ódio, poderia jogar alguma coisa dali de cima mesmo em cima dela acredita ! Eu chorei vendo esse vídeo, foi demais pra mim, tenho uma pitbull que é a coisa mais doce do mundo, pense em um animal que parece uma criança, que é receptivo com todos que entram em minha casa, realmente a minha criação dada a ela foi espetacular, mas apesar do porte todos têm medo rsrs abç.

  2. Bolivar Soares dezembro 22, 2011 at 8:06 pm #

    Oi Glória. Quanta crueldade por parte dessa enfermeira. Deviam haver leis mais rígidas a quem maltrata os animais. Quem é capaz de fazer uma atrocidade dessas contra um ser indefeso só pode ser psicopata. E lugar de psicopata é cadeia ou casas de internação. Só assim,isolados ,não causam mal a sociedade e aos animais. Pelo jeito essa é outra que sai ilesa no país da impunidade.
    Um FELIZ NATAL pra ti!

  3. Dênia dezembro 23, 2011 at 12:41 am #

    Concordo !! Fica a pergunta… será ela “confiável” a ponto de cuidar dos filhos ??? Se não tivesse o indefeso cachorrinho ,,, será que atacaria a filha de 2 aninhos, que assistiu a tudo aos prantos , e ela não se importou ??? Eu não confio onde ela trabalhar, e nem o marido que se mostrou “indiferente” qdo foi informado do que estava ocorrendo em sua ausência , e não tomou providencias para que não ocorresse o pior … foram dois dias de tortura…
    http://www.youtube.com/watch?v=7VGKqoDWe7k&feature=related

  4. Odele Souza dezembro 24, 2011 at 9:09 am #

    Gloria,
    Fiquei estarrecida com a crueldade dessa mulher,principalmente pro ela ser da área da sáude e lidar com seres humanos fragilizados por doenças e sofrimentos. Dá medo cair nas mãos de um ser humano assim tão ruim. Que pena do anilmalzinho. Nada justifica um comportamento tão cruel como o que teve essa mulher.

  5. Lilian dezembro 25, 2011 at 10:43 am #

    Se eu começasse a filmar e visse esta tortura, na hora já chamava a policia e acionava todo o predio para ir ao apto dela na tentativa de parar com as agressões. Não conseguiria assitir e gravar até o final.

  6. Priscila Rodrigues dezembro 28, 2011 at 3:12 pm #

    Verdade!só vi as imagens do video uma vez no programa MaisVoce e me derramei as prantos de ver tanta crueldade com uma coisinha tão indefesa.E sempre que lembro,choro!E concordo com as palavras da Lilian,como conseguiu gravar isso,faria o mesmo.E pagou uma fiança e foi liberada.Um absurdo!!

  7. ALEX SPINOLA dezembro 30, 2011 at 8:54 pm #

    Pois é, Glória, mais uma demonstração de como estamos cecados por psicopatas. Essa bárbarie tomou as proporções que tomou porque veio à tona, aos holofotes. Mas quantas outras continuam ocultas, acontecendo todos os dias?

    Qual será a punição dada à Camilla Correa? Prestação de serviços comunitários ou doação de cestas básicas?

Deixe uma resposta

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes