Curiosidades sobre Caminho das Indias

O sacerdote que vemos atrás da noiva é um importante físico nuclear do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais): Udaya B. Jayanthi deu aula em Universidades brasileiras, especialmente em SP, e tem artigos publicados na revista Nature.

Sendo um brâmane, o sr Jayanthi tem como dever de casta oficiar e orientar atos religiosos do hinduísmo. Fez isso em Caminho das Indias.

É interessante que, entre nós, quanto mais a pessoa se aprofunda na ciência, mais se afasta da idéia de Deus. Na Índia é o inverso!

casamento Komal

1

A que ponto chegamos!

O resultado da enquete publicada no Jornal O DIA sintetiza a absoluta indiferença pela vida humana!
Enquete

2

Uma vida nada ordinária

image

Ela se chama Baby Halder, e seu talento literário foi descoberto pelo patrão, um professor de antropologia que, um dia, ao descobrir que sua empregada doméstica sabia ler, lhe pôs nas mãos um bloco de papel dizendo que escrevesse o que lhe viesse à cabeça.

E ela escreveu sua vida: como foi abandonada pela mãe ainda criança, como seu pai a obrigou a casar aos 12 anos de idade, a situação de miséria e abandono que enfrentou despois que abandonou o marido para viver em Delhi, como empregada doméstica.

Tudo numa linguagem crua e direta -e nisso reside a beleza e a força de sua narrativa. Baby já é um sucesso, na Índia e fora de lá.

image

1

Vigário Geral: 21 anos

Vigario geral

Iracilda manda avisar:

Amigos

Os 21 anos da Chacina de Vigário Geral  será lembrado no dia 29 de agosto (sexta feira ) ás 16 hs  com  um Culto  em frente a Casa da Paz e seu anexo (dentro da Comunidade de Vigário Geral.)   pelos parentes das vítimas e amigos
 
Contamos com  todos.
 
Iracilda Toledo 
 
Pres .Associação dos familiares e vítimas da Chacina Vigário Geral

 

Iracilda, querida, só porque estou com uma gripe forte e bronquite, amanhã não vou poder estar perto de vocês, meus companheiros de tantos anos e de tantas batalhas por justiça.

De todos os casos criminais do Brasil, nenhum revela com tanta nitidez e de modo tão contundente, o quanto as nossas leis penais são tolerantes e coniventes com o crime como a chacina de Vigário Geral.

21 vítimas que não contaram como 21 vidas. Sim, como as 21 foram mortas no mesmo ato, a chacina entrou na categoria de “crime continuado”. Assim, 21 assassinatos foram considerados 1! Por essa matemática, sai mais barato matar por bando que por pessoa!

21 anos depois, os sobreviventes continuam na fila das indenizações. Eles perderam filhos, maridos, arrimos de família. Alguns como a Vera Lúcia, perderam a família inteira. Estão doentes, envelhecidos, exaustos. E esquecidos também.

Seu Joao, seu Waldir, Vera Lúcia, Nubia, Jadir, Ubirajara, Lourdinha, Wanda, Ritinha, dona Lurdes, pessoal de Vigário, meu coração está com vocês! e minha voz também!

2

Salve Jorge: o Alemão ontem e hoje

garotadalaje

Os jornais de hoje contam que os traficantes estão impedindo a campanha política no Alemão: tá tudo dominado de novo!!!!

E só faz um ano que terminou. Salve Jorge, onde festejamos a esperança do resgate daquelas comunidades para a cidadania.

Pra recordar, vai o video do concurso Garota da Laje, ao som de Favela Fashion Week, tema daquele Alemão que era só esperança e alegria. Assista a disputa entre Lurdinha e Maria Vanúbia, na passarela  clicando AQUI

1

11 de agosto

Mais um ano sem você! tempo nenhum ameniza essa saudade: dói muito!
Dany
Dany e Raul
mural

34

Escrever em grupo ou sozinho?

escritor-II

Muito interessante o artigo que Patricia Kogut comentou essa semana em sua página de O Globo: sala de escritores e escritores solos -onde floresce mais a criatividade?

O texto comenta um artigo de Debra Birnbaum  (Revista Variety) sobre métodos de trabalho:  o americano, que usa a sala de escritores, onde uma obra é composta a muitas mãos e o inglês, onde prevalece o escritor solo.

Nos EUA temos a figura do Producer, que é o escritor, o autor do projeto, o dono da história. Ele é o maestro, e se encarrega de dar unidade às ideias dos outros criadores, que devem incorporar seu estilo. Como em Criminal Minds, em Dexter, etc

Na Inglaterra, a unidade já está lá, porque o  autor escreve sozinho. Como em Downton Abbey, True Detectives, etc

Sou adepta do estilo inglês, mas concordo com o que dizem, em síntese, Patricia e Debra: métodos são apenas maneiras de chegar lá. E encontra-se a confirmação disso em todas as formas de arte:

Flaubert levou anos para escrever Mme Bovary, uma obra prima. Dostoievsky levou meses para escrever algumas das suas obras primas, pressionado pela cobrança dos credores. Temos músicas inesquecíveis -compostas em grupo ou de autoria única. Janete Clair foi durante muito tempo a única autora do horário das 8, terminava uma novela enquanto começava outra. E dava conta.

A verdade é que os métodos acabam mesmo é na  prateleira das curiosidades: o que fica e importa é o resultado!

31

Pra quem ama cinema

E para a galeria das cenas inesquecíveis, encontrei no tumbrl a falsa Maria de “Metropolis” (Fritz Lang, 1927)

Se tiver que selecionar os dez filmes que mais me marcaram, esse está lá!
tumblr_mj065wzt2t1qcwy1qo1_500

1

DUPLA IDENTIDADE

image
Ela é a policial e psicóloga forense dedicada a desvendar a mente de um serial killer.

Nosso projeto é trazer para a TV aberta um gênero até então restrito à TV fechada -o policial de suspense e suas personagens tradicionais: o serial killer e o caçador de mentes!

Quando setembro vier…

image

12

Powered by WordPress. Designed by Woo Themes